Maquiavel e ‘o caminho ainda não trilhado’: uma reflexão acerca d’O Príncipe.

frases_de_maquiavel

Dentre os muitos pensadores modernos, Nicolau Maquiavel pode ser visto como aquele que mais revolucionou as ideias políticas ocidentais. Com um arguto pensamento, uma ironia peculiar e uma lógica de ação que beira a frieza, esse escritor e filósofo político italiano nos apresenta uma perspectiva nova para se pensar a política. Quem foi Maquiavel e o que pensou sobre a política. A fim de responder estas perguntas e outras que poderão surgir, disponibilizamos abaixo, para download,  uma monografia que trata sobre a vida e uma fração da filosofia deste autor. Vejamos.

RESUMO

Em seu célebre opúsculo, O Príncipe, Nicolau Maquiavel (1469-1527) tem como objetivo essencial, considerar acerca da forma, da origem e manutenção dos principados. Sua obra política se insere no contexto da Renascença, tempo em que outros autores realizaram investigações semelhantes acerca da conduta principesca no exercício do governo das cidades – como se mostra no gênero literário dos espelhos dos príncipes. Diante do aspecto de familiaridade entre a obra maquiaveliana e as obras dos espelhos dos príncipes, esta pesquisa busca investigar, a partir do contexto histórico-político-social da Itália renascentista, no que se constitui a diferença registrada pelo filósofo florentino. Neste sentido, realiza-se uma exposição das linhas dominantes d’O Príncipe, oferecendo um destaque aos conceitos essenciais de sua filosofia política, a saber, a verittà effettuale della cosa, a virtù e a fortuna. Esta exposição visa manifestar a ideia de que a obra maquiaveliana, mesmo contendo certa semelhança com o gênero literário dos espelhos, em muito se distancia de tal gênero, visto que seu autor, para todos os efeitos, consigna, no imaginário da Renascença, uma ciência política que trilha um caminho, até então, não trilhado. Considerar-se-ia que este caminho ainda não trilhado chega a se expressar no conceito maquiaveliano de verdade efetiva da coisa, depreendendo-se, portanto, que tal conceito instaura o posicionamento da filosofia política no ‘reino do ser’, em oposição ao ‘reino do dever-ser’. Sendo, este último, objeto da reflexão política medieval e humanista, a política de Maquiavel tomará, no ideário político-filósofico da Renascença, um caminho até então não trilhado.

Palavras-chave: Filosofia. Maquiavelismo. Nicolau Maquiavel. Política. Renascimento.

Download in PDF ⬇

monografia_maquiavel-e-o-caminho-ainda-nc3a3o-trilhado_centro-universitc3a1rio-sc3a3o-camilo-1

Anúncios

Um comentário sobre “Maquiavel e ‘o caminho ainda não trilhado’: uma reflexão acerca d’O Príncipe.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s