A picaretagem de Lindsay Lohan e Naomi Campbell e o apoio de celebridades a políticos

Postado em 21 out 2014

We are Aécio, bro

O apoio de gente famosa a políticos ou causas serve, de maneira geral, como uma via de mão dupla: candidatos podem ter credibilidade, mas não têm jovens fãs ardorosos; celebridades têm jovens fãs ardorosos, mas não credibilidade.

Para os artistas, é uma oportunidade de parecer que eles se importam com algo além de si mesmos. Ajudam também, em tese, a humanizar o político com um toque pop.

Em tese.

Não existe uma pesquisa que ateste que alguém votou por causa do que o cantor ou o ator falaram. Uma pesquisa nos EUA, onde o culto maluco ao celebritismo nasceu e virou um monstro, registrou que menos de 10% dos eleitores foi influenciado pelo apoio de um famoso nas eleições de 2004.

A falta de resultado prático não impede marqueteiros de abusar de depoimentos. Esta campanha ficou marcada por três flops globalizados.

Leia mais em:

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/lindsay-lohan-naomi-campbell-e-o-apoio-de-celebridades-a-politicos/

Anúncios

Um comentário sobre “A picaretagem de Lindsay Lohan e Naomi Campbell e o apoio de celebridades a políticos

  1. O processo de decisão de compra (qualquer que seja) é um labirinto. O fato é que ninguém fecha negócio sozinho, mas influenciado por sons, imagens, opiniões e interesses. É aí que a celebridade entra no estúdio para dar seu testemunhal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s