A capa criminosa da Veja dessa semana

Postado em 24 out 2014

A morte do jornalismo

Eu tinha 17 anos quando entrei para a faculdade de Jornalismo e sonhava em trabalhar na Veja. Eu sabia que gostava de escrever e que a VEJA era a maior revista do país, praticamente a única que quase todos tinham acesso e comentavam na minha cidade.

Nasci e cresci em Laguna, uma pequena cidade de Santa Catarina, o estado mais de direita do Brasil, numa época em que a internet não era nada perto do que é hoje. E as matérias da VEJA eram discutidas no colégio.

Chegavam a cair em provas, como “atualidades” e a Biblioteca disponibilizava um arquivo de Vejas para pesquisa.

Leia mais em:

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/a-capa-criminosa-da-veja-dessa-semana/

Anúncios

Um comentário sobre “A capa criminosa da Veja dessa semana

  1. Ainda rindo do teu post sobre “as união sovietica”, não vejo onde a Veja (que não gosto) foi criminosa. Ela reproduziu algo vindo de uma pessoa que praticou a pilantragem toda. Eu deixei de dividir o mundo nos bons da esquerda e nos maus da direita. Existem bons e maus em qualquer parte da lojinha. O que não é razoável é imaginar que roubando o que foi roubado dilma e lula simplesmente não sabiam.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s